Autora: Agatha Cristie
Tradução: Archibaldo Figueira
Editora: Nova Fronteira
Ano:
1934 (Mundo), 2009 (Nova Fronteira)

Os contos de detetives europeus começaram a tomar proporções gigantescas no final do século XIX e início do século XX. A facilidade na produção e distribuição em massa de impressos ajudou diversos autores a espalharem suas histórias de mistério pelo mundo, mas poucos alcançariam a excelência que a autora Agatha Cristie conquistou.

Uma das poucas escritoras a ter uma obra que vendeu mais de 100 milhões de cópias até os dias atuais (com o livro “O Caso dos 10 Negrinhos” posteriormente chamado de “E Não Sobrou Nenhum“), a escritora presenteou os amantes de livros de mistério com mais de 66 contos com diversos detetives diferentes e únicos em suas personalidades.

O mais famoso desses personagens foi protagonista em uma das obras mais atmosféricas e únicas que uma história de detetive pode oferecer; seu nome, Hercule Poirot, a história, “Assassinato no Expresso do Oriente”.

A Rainha do Crime“, como também é conhecida Agatha Cristie, uma das poucas escritoras a vender mais de 100 milhões de cópias de uma de suas histórias.

Assassinato no Expresso do Oriente é um mistério que ocorre sobre trilhos

Saindo um pouco das ruas londrinas, moda corriqueira dos contos de detetives da época, Cristie leva seu detetive Poirot para uma viagem, partindo do oriente médio para Londres, e coloca um crime dentro de um trem de luxo, quebrando o esteriótipo de local da época.

Tendo que voltar para a Inglaterra, o detetive Poirot consegue uma carona no trem Expresso do Oriente, companhia pertencente a um antigo conhecido do detetive. Mal imaginava Poirot que os próximos dias seriam minados de inconveniências, ficando preso em um trem numa brusca nevasca, isolado do mundo, enquanto é obrigado a esclarecer um misterioso assassinato.

Pessoalmente não sou muito fã das histórias da Agatha Criste, como muitos o são, mas reconheço o seu peso como escritora. Sinceramente, não sei qual das duas histórias considero mais incrível; “Assassinato no Expresso do Oriente” ou “O caso dos dez negrinhos“. O Assassinato no Expresso do Oriente possui uma atmosfera única, que transporta rapidamente o leitor para o livro. Que atire a primeira pedra quem começou a ler esta obra e não enxergou a neve do lado de fora da janela do trem enquanto lia!

Capas
Essas capas são apenas alguns poucos exemplos da enorme quantidade de lançamentos que “Assassinato no Expresso do Oriente” teve aqui no Brasil.

Se você desconhece este mistério, recomendo muito o livro! Não apenas para os amantes de contos de detetives, mas para quem gosta de uma boa e inteligente história. O conto não utiliza nenhuma desculpa ou técnica barata, e o final do livro é literalmente surpreendente!

O impossível não pode ter acontecido; portanto, o impossível deve ser possível apesar das aparências.” – Hercule Poirot

Existem alguns filmes baseados neste livro, inclusive um episódio com a duração de um longa metragem da antiga série de televisão interpretada por David Suchet. O episódio foi tão bom quanto o livro, apesar de achar (opinião pessoal!) a escolha moral no final do filme um tanto contraditório com a personalidade do famoso detetive. Caso ainda não tenha lido o livro e visto o filme, recomendo ler o conto primeiro, já que o episódio da série baseada em “Assassinato no Expresso do Oriente”, sabendo que muitas pessoas já conheciam o mistério, inseriu uma escolha moral para apimentar a história, e funcionou perfeitamente!

David Suchet no episódio "Assassinato no Expresso do Oriente"
O ator David Suchet, que interpretou o detetive Hercule Poirot na série. Nesta imagem, o episódio “Assassinato no Expresso do Oriente“.

Desconhece a história? Este livro é um dever ler, não somente os amantes de mistérios, mas para quem gosta de um bom livro! Assassinato no Expresso do Oriente pode não ter feito tanto sucesso como O Caso dos Dez Negrinhos, mas é um conto único e especial por mérito próprio. O Café com Leitura fortemente recomenda este conto!

Já leu a história? Então só nos resta aguardar e ver o que podemos esperar do novo filme produzido pela 20th Century Fox, segunda adaptação do livro, na qual o famoso detetive será interpretado por Kenneth Branagh. O filme está programado para ser lançado no dia 22 de novembro (2017).

Novo longa metragem do livro “Assassinato no Expresso do Oriente” já se encontra na reta final e esta para ser lançado em 22 de novembro deste ano.
Por

Escritor, crítico e redator aficionado por livros e jogos eletrônicos. Conhecido como Veritas Volpe no ambiente artístico e literário.

Escreva um comentário